Ene Capítulos

Blog sem censura. Aqui há escrita, críticas, opiniões e tudo o resto. Fala-se de tudo sem tabus. Do facto mais erudito, ao evento mais banal. Podem comentar o que quiserem e da forma e linguagem que entenderem.

quinta-feira, novembro 02, 2006

REFERENDO DESCRIMINALIZAÇÃO ABORTO

O assunto assolou o país num repente. E toda a gente tem uma opinião, mais ou menos formada, sobre esta situação. Mas porque é que, num Estado Democrático, que se quer laico, a malta do clero são tidos como o supra sumo sobre esta problemática? É que cada vez que um bispo, um padre, um diácono ou qualquer outro indivíduo ligado à Igreja (do sexo masculino claro, porque neste clube reservado, mulher não entra!) fala sobre o aborto, toda a sociedade parece ficar suspensa... Agora pergunto eu, porquê? Porquê que num Mundo em que a religião é responsável por algumas das maiores atrocidades praticadas, devemos ouvir a opinião da Igreja, sobre a interrupção voluntária da gravidez? Porquê que se deve ouvir a opinião de homens que, infelizmente com uma frequência maior que a desejada, abusam sexualmente de crianças alojados nos seus seminários? Porquê que se deve ouvir a opinião, dos causadores de muitas mães solteiras nas províncias portuguesas? Porquê que se deve ouvir a opinião de uma Instituição, que não reconhece à mulher direitos ou capacidades eclesiásticas? Porquê ouvir a opinião de alguém que diz num jornal (Padre Nuno Serras Pereira, ao já extinto Independente - link - vale a pena ler), que é mais grave cometer um aborto, do que abusar sexualmente de uma criança? (será que fala com conhecimento de causa?) Porquê ouvir a opinião de uma Igreja que matou e violentou em nome de Deus? Porquê ouvir a opinião de pessoas que encetaram as Cruzadas? Porquê ouvir a opinião de pessoas que queimaram mulheres, que apelidavam de bruxas? Não nos enganemos meus amigos! O tempo passou, mas as pessoas são as mesmas. Os métodos é que mudaram...

Sem comentários: