Ene Capítulos - Agora com sucursal bar em Míne e Pires de Tremoço (link)

Ene Capítulos

Blog sem censura. Aqui há escrita, críticas, opiniões e tudo o resto. Fala-se de tudo sem tabus. Do facto mais erudito, ao evento mais banal. Podem comentar o que quiserem e da forma e linguagem que entenderem.

sexta-feira, dezembro 07, 2007

Braço Armado – O fim de um ciclo

O Conselho de Administração Ene Capítulos decidiu, por decisão unânime tomada pelo Presidente e único membro – Capítulo, o fecho deste blogue e a criação de um novo destinado à luta armada... Com efeito chegou o tempo de dizer basta à hipocrisia e à lacuna premente da acção!!! Além disso, as miseráveis visitas a Ene Capítulos e parcos comentários levaram também a esta medida extrema. No entanto o blogue não será apagado, para que todos os nostálgicos possam revisitar um espaço que deixou a sua marca (não sei bem qual, mas deixou) na Blogosfera nacional. Por isto, e mais umas mines que o habitual, temos o prazer de apresentar... Guru Capítulo. Não apenas um blogue, mas uma arma de arremesso (ou então não). Já lá está um singelo texto, que espero aguçar o vosso apetite por sangue. Brevemente mais se seguirão. Talvez um mesmo hoje. Ou se calhar só para a semana ou mês que vem. Se não navegarem até lá nunca descobrirão, AhAHAH!!! (riso cavernoso e fantasmagórico) Visitem e deixem as vossas granadas. A luta armada (aos cucos) agradece.


PS - Ene Capitulos está morto... Viva o Guru Capitulo ( http://guru-capitulo.blogspot.com )

sábado, abril 07, 2007

CÃES MODIFICADOS

Desde há muito que o Homem tenta adaptar os cães ao seu gosto. Estica orelhas, corta a cauda, tira unhas... E por aí fora. Ene Capítulos, sempre na vanguarda da defesa animal, quais associações contra touradas, defende que se deve acabar com isto o quanto antes. Chega de Tunning Canino!!! O Cão deve ficar como veio ao mundo. Deixem lá as plásticas para as Lilis (que por acaso até parece nome de cadela) Caneças! Quando é que as autoridades deste país vão começar a tomar em atenção este assunto. Defendo desde já, o início da Operação Stop Canina, por parte das Brigadas de Trânsito conjuntamente com membros da Associações de Raças, para que sejam autuados os condutores de cães que não correspondam às especificidades de origem. Enquanto nada se fizer, nunca descobriremos como é que fica um cão de raça doberman com cauda... E não será esse um dos grandes mistérios da natureza por desvendar?

sábado, março 10, 2007

FESTIVAL DA CANÇÃO 2

Sempre na vanguarda da informação, Ene Capítulos é o primeiro blog a fazer o relato do Festival da Canção. Depois de ver a 2.ª parte posso dizer que fiquei um pouco admirado. A abrir, uma tentativa de fusão (mais uma) entre fado e hip hop, que embora meritória, não saiu muito bem. Esperem lá; música 7; Melo D? Letra de Kalaf? Quatro ou cinco minutos do melhor que já passou no Festival da Canção (era ver os idosos todos a bombar). A seguir mais uma canção lamechas tipicamente festivaleira, ao bom estilo Abba, a qual não poderei avaliar correctamente, pois adormeci a meio. Depois, mais um clássico dueto, que mais parecia tirado de um filme da Disney, onde uma gaja do fado, nitidamente desconfortável no registo música ligeira, e um gajo não sei donde a tentar cantar (esforçou-se o miúdo, até demais), cantavam à desgarrada para ver quem conseguia os tons mais agudos (cheguei a sangrar dos ouvidos). Por fim o 10.º concorrente, cujo nome merece uma referência – Zé P. – original, não?! Zé P. é um indivíduo com ar de matarruano e uma guitarra ao ombro, na qual julgo que nunca tocou durante a actuação. Apadrinhado por José Cid, esta influência notava-se não só nos coros da música, como também nos óculos escuros ostentados por toda a banda. E chegou ao fim mais uma Festival da Canção, que infelizmente acontece todos os anos. Para todos os incautos leitores que pensam porque é que Ene Capítulos, num sábado à noite, não tem nada de mais interessante para fazer, relembro que sou casado. Mais... tenho um filhote. A vida social de um homem acaba com o matrimónio. E pronto... Ganhou, como já previa, a canção de registo Pimba, cantada por Sabrina e produzida por Emanuel (acho que não é preciso dizer mais)... É o país e o povo que temos.

FESTIVAL DA CANÇÃO

São estas pequenas coisas que nos fazem sentir velhos... Pela primeira vez na minha vida, estou sentado em frente à televisão a ver o Festival da Canção! É verdade incauto leitor. Qualquer dia ando com lenços de bolso, rádio de pilhas empunhado, a mijar na primeira esquina que encontro devido aos problemas na próstata e com sacos de plástico a sair das algibeiras. Aí já vou ser, com certeza, o idoso campeão de bisca, lá do jardim municipal... Mas é com alto sentido crítico que visiono este “espectáculo”. Até agora já observei um dueto altamente desafinado, na primeira interpretação. Um grupo que até tenho em boa conta, os Corvos, acompanhados por uma invulgar (leia-se boa) voz feminina, mas que estragaram tudo com o tal madeirense que se pavoneia de já ter gravado com o Robin Williams (julgo que todos devemos pensar que isso é muito bom) e um dos seus protegidos no coro (a música também não era nada de famoso, deve ter sido escrita pelo madeirense). A terceira música foi de um grupo pop interessante, mas que não vai de certeza a nenhum sítio, porque falava de Ipod’s e downloads e essas coisas, que o aposentado, o público alvo deste certame, não domina. Depois tivemos uma canção do mais puro pimba, não sei se a aparição do Emanuel, o grande rei do fenómeno Pimba, nas filmagens que antecedem cada prestação, pode ter alguma influência nisso (é que até na roupa a gaja estava kitsch). Por fim apareceu um gajo com cabelo comprido e guitarra em riste, no mais cru ar de metaleiro, que tocou para lá uma coisa qualquer tão marcante, que foi há coisa de 5 minutos e eu já não me lembro (deve ser da velhice). Mas nem tudo é mau. Sempre deu para ver o Marco Horácio a dançar (hi hi hi – risos). E agora estamos no intervalo. Afinal nem tudo é mau no Festival da Canção... Ene Capítulos volta em breve.

terça-feira, fevereiro 20, 2007

ENE CAPÍTULOS COM NOVO FIGURINO

Sempre na expectativa de melhor servir os incautos leitores, Ene Capítulos abre no seu blog dois novos espaços. Por um lado uma sondagem online, que tentará descobrir os gostos e tendências dos blogonautas. Desta forma, o Conselho de Administração espera ficar mais perto dos mirones que passam por este cantinho à beira da Blogosfera plantado... Ao mesmo tempo, foi lançada a juke box Ene Capítulos, com grande pompa e circunstância. Basta dizer que compareceram, três pessoas a esta cerimónia. Bem, na realidade, duas pessoas e o meu cão, sendo que uma das pessoas era o meu filho de cinco anos e a outra eu próprio... No entanto, a festa foi de arromba. A selecção criteriosa passou pelos mais elevados testes de qualidade com distinção.

Assim, pede-se a todos os leitores deste humilde blog, que votem nas sondagens (espero que esta coisa funcione, porque nunca fiz nada deste género), enquanto ouvem uma boa música. Se, por ventura, nunca votam ou ainda não atingiram os 18 anos, leiam qualquer coisinha enquanto desfrutam de banda sonora à altura (ou talvez algo superior).

As músicas e as sondagens serão alteradas com a regularidade possível.

segunda-feira, fevereiro 19, 2007

TELEMÓVEIS

Já foi profundamente dissecado em Ene Capítulos a problemática dos telemóveis e da sua multifuncionalidade. No entanto, não devemos esquecer que o objectivo fundamental do aparelho é receber e fazer chamadas. Para tal, é necessário que haja um altifalante, para podermos falar, e um auscultador, para podermos ouvir. O problema está no tamanho cada vez mais reduzido dos telemóveis! Agora, quando metemos o aparelho no ouvido a boca não chega ao altifalante, logo a pessoa do outro lado da linha não ouve o que estamos a dizer. Por outro lado, quando falamos não ouvimos o que estão a dizer... Brevemente, todos iremos tratar os telemóveis como walky-talkies. Obrigados a alternar o objecto entre a orelha e a boca, em movimentos incessantes, que se assemelham aos rituais de acasalamento das aves canoras dos planaltos da Mongólia. Aí seremos confundidos, sistematicamente, com seguranças de um qualquer centro comercial. Foxtrot chama Tango, escuto...

sábado, fevereiro 17, 2007

O FETICHE PASSADEIRA

A passadeira de peões encerra em si mesma, uma aura mística difícil de explicar por palavras mortais. Talvez quem o poderia fazer melhor seria Eça de Queirós, esse vulto da literatura clássica portuguesa, com as suas descrições pormenorizadas (leia-se – enfadonhas). Mas, acho que no tempo dele ainda não havia passadeiras... A Passadeira transpira Poder! É verdade incauto leitor – Poder! O vulgar transeunte vê na Passadeira, a grande arma para se impor aos carros maléficos, que tomam de assalto as localidades do país. Claro está que todo o bom Português tem uma relação estranha com o poder... É interessante constatar como a relação do Peão com a Passadeira, varia consoante o sexo. Assim, a fêmea quando se abeira da passagem para peões e repara que o automobilista vai parar, passa a estrada muuuuuito devagar. Num movimento único, sacode violentamente as ancas, como que a compensar o simpático automobilista que cumpriu a obrigação de parar na passadeira. Ao vê-la passar é como se tivéssemos no Sambódromo, na presença de uma mulata de 1,90 m que abana sofregamente os quadris ao ritmo da música. A diferença aqui é que o movimento é feito em câmara lenta, como que para se perpetuar no tempo, e que a mulata pode efectivamente ser uma senhora de idade e de saia travada e celulite nos joelhos. Esta é a relação da mulher com o poder. Tenta contorná-lo com as suas torneadas coxas... No caso do macho o caso é parecido. Não pela parte de abanar o traseiro, mas pela marcha lenta que emprega ao passar a estrada. O macho está à beira do passeio e vê um carro ao fundo, que parece vir com velocidade excessiva para conseguir parar na passadeira. Ele olha fixamente para o veículo, na tentativa de imobilizá-lo, qual vidente Alexandrino e seus dotes de hipnotismo. O olhar intimidador prolonga-se durante a passagem da estrada, como se o carro obedecesse às suas ordens, ao poder da sua mente. Parece quase uma animal selvagem que, sedento por chegar à fonte de água, passa território alheio e tem plena consciência disso. Ao chegar ao outro lado da estrada, ao seu oásis, mira de soslaio, triunfante, o automóvel que reinicia a sua marcha. Engraçado é também o facto de esta diferença sexual se começar as esbater com a idade. Efectivamente, os velhos têm a peculiar característica de errarem sempre a passadeira. É ver os automobilistas a fazerem autênticos slalons a evitar os idosos, quais pinos prostrados nas estradas de Portugal... Cientistas avançam que, a partir de uma certa idade, o ser humano já não consegue estabelecer qualquer relação de Poder. Ou pode ser simplesmente, falta de visão...

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

PRÁTICA DO FIM-DE-SEMANA

Porque é que as condições atmosféricas nunca favorecem a prática do fim-de-semana? Depois admiram-se que as famílias vistam os fatos de treino, calcem as meias brancas com raquete e vão encher as galerias comerciais deste Portugal! Invés de irem referendar.

terça-feira, fevereiro 06, 2007

AVISO DA PROTECÇÃO CIVIL

Ene Capítulos, sempre a tentar efectuar serviço público, passa a divulgar o recente comunicado da Protecção Civil, sobre a vaga de frio que assola Portugal Continental. Assim, segundo a organização, os idosos e as crianças são aconselhados a ficarem em casa, de preferência muito quietinhos e sem fazer asneiras. É que só desta forma o Pai-Natal dará prendinhas... Além do mais, se ficarem mesmo estáticos, poderão ter a sorte de congelarem e ficarem imortalizados em forma de estátua de gelo, qual Pai-Natal pendurado na janela do apartamento do seu vizinho. O consumo de álcool é desaprovado. Eu diria mais, impossível. A única hipótese será cortar a garrafa de cerveja ao meio e retirar o bloco gelado para lamber. Também o exercício físico é contra-indicado nestes dias mais frios, principalmente para as pessoas que transpiram muito dos sovacos. O suor pode rapidamente transformar-se em estalactites pendentes dos pelos do sovacal, provocando profundas perfurações na epiderme e furando os pulmões. Se seguirem estes conselhos à risca (atenção às conotações cocainómanas), poderão não viver mais tempo... Mas pelo menos gastam menos tempo da vossa vida...

domingo, fevereiro 04, 2007

CRÓNICAS A MARTELO

Nunca pensei dizer isto, mas ultimamente tornei-me espectador assíduo das Crónicas de Marcelo Rebelo de Sousa, no domingo à noite... É verdade incauto leitor! E espantem-se ainda mais, tenho apenas 31 anos... Na realidade, desde que a RTP1 se lembrou de transferir o programa dos Gato Fedorento para o serão domingueiro, tenho de levar com a estupada do professor que lê 50 livros à semana e tem opinião firmada em todas as áreas da actualidade, e quiçá mesmo sobre temas da Idade Média... Não há quem aguente. Ganda nóia, oh Martelo!!!

quarta-feira, janeiro 10, 2007

TAXA DE NATALIDADE Vs ABORTO

Não sei bem como apelidar o argumento dos partidários da não despenalização do aborto, quando se escusam com a fraca taxa de natalidade. Imbecil acho que seria uma boa caracterização, mas não encerra ensimesmado toda a carga ignorante e naïf que acarreta uma afirmação desta dimensão. Recentemente esta desculpa foi proferida por figura ilustre da nossa praça, no caso Nogueira de Brito. Ontem, após a entrega das não sei quantas mil assinaturas para a inscrição de mais um movimento apoiante do Não, na campanha para o referendo (já perdi a conta de quantos grupos, movimentos e correntes existem a favor do Não), este senhor proferiu que era um contra-senso dado o panorama da natalidade em Portugal estarmos a falar da despenalização voluntária da gravidez. Eh pá! Com um argumento destes... acho que até eu vou votar não! Defender a penalização do aborto, como incentivo à natalidade é, sem sombra de dúvida, uma ideia brilhante! Realmente, o que precisamos neste país com uma mentalidade ainda retrógrada, graves clivagens sociais e com uma fraca economia, são mais bebés não desejados. Queremos mais jovens a abandonar o normal percurso escolar por serem pais prematuros, queremos mais crianças mal amadas no país, queremos mais maus tratos infantis, queremos mais crianças perdidas sem qualquer orientação parental, queremos mais delinquentes juvenis, queremos mais bebés nos refúgios e centros de acolhimento, queremos mais abandonos pueris à beira de contentores do lixo, queremos mais jovens mães apontadas nas ruas por uma população com mentalidade ainda medieval (provavelmente os mesmos que defendem o Não ao aborto), queremos mais filhos de pais incógnitos, queremos mais processos Casa Pia, queremos mais mulheres a entrar de urgência nos hospitais com graves hemorragias causadas por um aborto executado clandestinamente, porque tudo isto é notícia e é do que falamos no quotidiano. Falemos seriamente sobre o aborto, mas por favor, não insultem a inteligência do povo português com falsos argumentos. Eu também sou a favor de reais incentivos à taxa de natalidade, mas para mim estes passam por outros vectores, como a flexibilidade laboral e contrapartidas (infelizmente essenciais) de índole económica. Sem isso, a nossa taxa de natalidade não cresce. Acredite numa coisa Sr. Nogueira de Brito, não é com os 20,97 € de abono de família que recebo mensalmente pelo meu filho (espero que este ano seja aumentado, para pelo menos 21 €), que conseguirei educá-lo... No entanto, eu não me posso queixar muito. Casos existem verdadeiramente gravosos e geradores de autênticos dramas sociais. Nós os privilegiados, temos de pensar um pouco nos menos afortunados...

terça-feira, janeiro 02, 2007

COISAS QUE ME CUSTAM ENTENDER 01

Ele há coisas difíceis de explicar... Assim, peço ajuda dos incautos leitores para me ajudarem a compreender o seguinte: Se, durante esta quadra festiva, morrem tantos condutores na estrada vítimas de acidente, como é que é possível que continue a existir tantos carros na estrada e tanto trânsito?

domingo, dezembro 17, 2006

FRASE DO DIA

Num qualquer café da Capital, uma senhora de idade entra e pede:
- Se faz favor! Quero um pastel de nata e um carioca de café... mas com adoçante!!!
Impressionante o conceito português de dieta... As toneladas de açúcar presentes no pastel de nata não importam, o que realmente interessa são os 8 a 10 g que se pode por numa xícara de café. Mas isto continua:
- Senhor, senhor! Pode-me dar outro pacote de adoçante?!
Sem comentários adicionais...

sexta-feira, dezembro 08, 2006

SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL

Na corrente semana, em sede de concertação social, foi fixado o valor do salário mínimo nacional em 403 €, para o ano de 2007. Quem parece que ficou particularmente contente foi, pasme-se incauto leitor, o Major Valentim Loureiro. Não porque ele receba apenas este valor, calma. O que acontece é que o plafond do seu cartão de crédito, gentilmente cedido pela Metro do Porto, no valor de doze salários mínimos, vai aumentar substancialmente (mais de 200 €). Ainda há para aí quem diga que o aumento de 17,10 € nesta prestação, não irá beneficiar ninguém... Que injustiça!!!

quinta-feira, dezembro 07, 2006

AS SCUT’S

Toda a problemática que recentemente envolve as estradas denominadas como Scut’s é sem dúvida extraordinária... Ene Capítulos não poderia passar sem enfiar a sua colherada nesta “gelatina gigante” (que bela figura de estilo). Com efeito, inúmeras auto-estradas apelidadas de Scut’s (Sem Custos para Utilizador) irão passar a ser Ccut’s (Com Custos para Utilizador) a partir do próximo ano. Entre elas estão as A17 e A29, lá para o Norte do país. O Executivo irá implantar portagens nestes itinerários, defendendo que a EN109 apresenta-se como alternativa a estas vias, pois faz, grosso modo, o mesmo percurso. Foi imediatamente criada uma Comissão de Utentes (esta coisa das Comissões está mesmo na moda) destas vias, que afirma que as portagens irão significar um peso no orçamento dos utentes na ordem dos 100 a 120 € e que a estrada nacional não é alternativa. Até fizeram um buzinão, que parece ter incomodado bastante o Governo, pois isto de Estarreja a Lisboa é um saltinho e o Primeiro-Ministro ficou cheio de enxaquecas. Que o início de cobrança de portagens significa um aumento das despesas dos utilizadores, parece lógico a Ene Capítulos e nem vamos discutir. Quanto à situação de que a EN109 não é alternativa vão-me permitir discordar. Neste último caso, as razões apresentadas pela Comissão de Utentes são deveras imaginativas. Senão vejamos... A Comissão defende que a Estrada Nacional não é alternativa porque: a) tem muitas rotundas; b) tem muitas passadeiras de peões; c) tem muito semáforos; d) às vezes até tem tractores; e) o limite de velocidade é de 50 km/h. Ene Capítulos concorda com tudo isto! Realmente, só em Portugal é que nos lembraríamos de colocar rotundas, semáforos e passagens de peões no meio das vias. Com franqueza! O que é que se passará nas cabecinhas destes engenheiros?! Então o facto de veículos motorizados, embora de carácter agrícola, andarem nas estradas, nem falar... E o limite de velocidade de 50 km/h dentro das localidades?! Ridículo... Altere-se já o código, oh fax favor! Infelizmente, nenhuma destas razões é plausível para contestar eficazmente a instauração de portagens nestas “auto-estradas”. Se o limite de velocidade é baixo e os condutores demoram mais tempo... levantem-se mais cedo! Se a Estrada Nacional 109 tem muitas rotundas, basta contorná-las (em alternativa, votem noutro Presidente de Câmara nas próximas autárquicas e escolham aquele que não esteja aliado ao lobby construtor). Se há muitas passadeiras, parem quando estiverem peões a passar. No que diz respeito aos semáforos, não há muito a fazer. Bem-vindos ao progresso. No entanto, aconselho vivamente a parar com o vermelho, prudência com o amarelo e avançar com o verde, comigo resulta sempre... Os tractores e veículos agrícolas são realmente um obstáculo. Andam devagar e têm geralmente grandes dimensões. A minha máxima: se não podes vencê-los, junta-te a eles! Todos os utentes deveriam comprar tractores e aderir ao movimento Slow, para poder assim aproveitar melhor a vida e observar as suas maravilhas. Em última análise, poderão sempre mudar-se para a Grande Lisboa. É que na capital estamos de tal forma rodeados de portagens, que não existe hipótese de escapar. Por exemplo, para passar com o carro da Margem Sul do Tejo para Lisboa, sem pagar portagem, tem de se ir até à Ponte Marechal Carmona, em Vila Franca de Xira... Agora digam-me lá, quem é que não tem alternativa?

quinta-feira, novembro 23, 2006

DOM PIU PIU

Impressionante! Quem diria que um dia isto iria acontecer? O Duarte Piu, o duque lá da Bragança, ou coisa parecida, pretendente ao trono português (impõe-se a pergunta: qual trono?), lançou ontem um livro com a sua biografia. Isto leva Ene Capítulos a tecer algumas considerações sobre o sucedido. Em primeiro lugar, sabemos que o lançamento não aleijou ninguém, ou seja, não houve danos colaterais. Os únicos danos previsíveis serão causados às pessoas que ousarem ler este livro. Em segundo, o que é que um homem que, basicamente, nada faz, pode ter de tão interessante para dizer ao mundo? Um relato da vida do pretendente a Rei de Portugal parece-me tão interessante (ou talvez menos), como a biografia do Tó Manel o Cauteleiro lá do bairro... Por acaso, até gostava de saber como é que o gajo fez, para casar já com idade superior à de um jovem agricultor e conseguir ter três filhos. Ainda por cima, quando correm rumores, pelos corredores dos castelos (que não brancos) nacionais, sobre a definição clara da sua sexualidade. A mim, ninguém me tira da cabeça que, no meio de três filhos, dois putos e uma... miúda, nenhum dar ares ao pai, é no mínimo um pouco estranho. Sim, porque se é aceitável uma menina não ter bigode, nos rapazes já não é bem assim... Gostaria ainda de mencionar o nome da obra, “D. Duarte e a Democracia”. Uma clara contradição, dado que em democracia, principalmente quando republicana e laica como o caso da portuguesa, não há Dons! Apenas cidadãos comuns que podem ocupar este ou aquele cargo, como o Presidente da República ou o Juiz Conselheiro ou o Bispo de não sei donde. Por último, sempre achei interessante o critério de lançamento das biografias. Se o conceito da biografia é fazer o relato sobre a vida de alguém, porque é que são escritas e lançadas quando esse alguém ainda está vivo??? Pensem nisso, incautos leitores...

JAPONESISMOS

Decididamente, estes Japoneses inventam tudo. Agora é o “Síndroma do Marido Reformado”. Esta maleita recentemente descoberta ataca as mulheres domésticas que, ao verem os maridos reformados, logo em casa, passam-se da cabeça... Na realidade, estamos a falar de toda uma vida (30 ou 40 anos), em que viviam praticamente sozinhas e que os maridos eram para si, pouco mais que alguém conhecido. Este síndrome afecta cerca de 60% das mulheres mais velhas japonesas. Os sintomas mais comuns são a depressão e sintomas físicos como as erupções cutâneas e as dores de estômago. De resto é normal que, depois de tanto tempo sem conviver com um homem, isso lhes cause algumas voltas no estômago. Todavia, as senhoras que sofrem deste mal, não pensam em pedir o divórcio, dado que no Japão os maridos não são obrigados a pagar pensão de alimentos às ex-mulheres. Não! Chama-as burras... Por isso é que Ene Capítulos defende a emancipação da mulher. Vão mas é trabalhar! Assim, poderiam padecer juntamente com a vossa cara-metade, aquando da reforma. Isso é que é amor! Marido e mulher, bem juntinhos, a sofrerem ambos, uma grandíssima depressão...

sexta-feira, novembro 17, 2006

DEUS HÁ SÓ UM?

Inspirado num dos dogmas mais citados da Igreja Católica – Deus há só um! – Ene Capítulos vai demonstrar que essa teoria não é correcta. E não estou a falar dos outros nomes com que essa figura se transveste, como Alá ou Jah, quais pseudónimos cósmicos. Falo sim de situações bem católicas, que provam em si mesmas o contraditório desta doutrina da unicidade de Deus. Senão vejamos os Deus’s que existem, fundamentados nas expressões correntes:

  • Deus Misericordioso – Deus nos valha!
  • Deus Maléfico – Deus castiga!
  • Deus Candeia – Deus ilumina!
  • Deus Alto – Deus é grande!
  • Deus Procriador – Deus é vida!
  • Deus Teletransportado – Deus é omnipresente!
  • Deus Cusco – Deus é omnisciente!
  • Deus Bombeiro – Deus nos acuda!
  • Deus Insónia – Deus não dorme!
  • Deus Habilidoso – Deus escreve direito por linhas tortas!
  • Deus Contribuinte – Deus te pague!
  • Etc...

Como pode o incauto leitor verificar, o princípio defendido pela Igreja Católica – Deus há só um! – encontra-se ferido de morte, para qualquer pessoa mais atenta...

sábado, novembro 11, 2006

ACIDENTE EM SERVIÇO

Recentemente têm circulado pelos meios de comunicação social, imagens de uma suposta agressão por parte de dois polícias norte americanos a um comum cidadão. As televisões e pessoas de todo o mundo não hesitaram em acusar estes dois guardas de uma prática selvática para com um detido. Esta situação despoletou, inclusivamente, a abertura de um inquérito pelo FBI (Federação dos Burros Indigitados). No entanto, as aparências iludem. Ene Capítulos teve acesso ao relatório da investigação e pode adiantar que este caso não é o que parece. Segundo o relatório trata-se de um típico caso de acidente em serviço. Os factos são os seguintes:

• Os dois polícias encontravam-se a fazer a sua roda a pé;
• De repente ambos tropeçaram na mesma pedra que estava no passeio;
• Na queda atingiram um transeunte que estava a passear;
• Enquanto isso, as algemas do Guarda nº 1 saltaram do seu cinto e foram-se enfiar, caprichosamente, em ambos os pulsos do transeunte;
• Os três caíram no chão, com o transeunte a amparar a queda dos dois guardas;
• O Guarda nº 1 caiu sobre os joelhos do transeunte, ao passo que o Guarda nº 2 caiu com o seu joelho sobre a garganta do transeunte;
• A dada altura, o Guarda nº 2 começa a sentir cãibras e espasmo no braço, que o obrigam a esticar o membro repetidas vezes, numa situação que poderia ser confundida com o desferir de socos;
• O Guarda nº 1, preocupado com o bem-estar físico do transeunte, tentava desesperadamente desviar o braço deste para que o seu colega não o atingisse.

E foi isto que se passou! Os dois guardas já se encontram bem de saúde e a recuperar em suas casas, depois de terem recebido alta hospitalar. Ambos irão ver os seus processos apreciados por um junta médica independente, para fixação das indemnizações a receber por este acidente em serviço. O Guarda nº 1 pelo seu dói-dói no joelho e o Guarda nº 2 pela lesão ao nível do braço direito. O transeunte não teve tanta sorte e, além de se encontrar ainda em convalescença no hospital pelas suas lesões lombares e faciais, vai ainda ser processado pelo Guarda nº 2. A acusação que sobre ele pende é a da suspeita de fractura da mão direita do Guarda nº 2 pelo seu maxilar inferior.

sexta-feira, novembro 10, 2006

INFORMAÇÃO DE TRÂNSITO 05

Tudo aconteceu há cerca de duas semanas. A Chuva deixou o Trânsito deveras atrapalhado. Consta que a Chuva afirmou em praça pública que o Trânsito tinha uma orientação sexual diferente do normal, ou seja, que este era homossexual. Esta posição é corroborada pela tendência que o Trânsito tem para formar bichas, encostando os carros às traseiras uns dos outros. A verdade é que desde aí que o Trânsito não aparece. Segundo o que a redacção de Ene Capítulos conseguiu apurar, o Trânsito refugiou-se na casa de um amigo. Fontes chegadas ao interveniente dizem que este está em casa de José Castelo Branco... Os incautos leitores que tirem as próprias conclusões, pois o jornalismo de Ene Capítulos é idóneo e imparcial...

quarta-feira, novembro 08, 2006

TRABALHO

Há coisa que não entendo... Custa muito, foi cerca de 3 horas de trabalho de parto! A outra esteve 7 horas. A amiga esteve quase 4... Eu cá, já estou há 5 anos a trabalhar no mesmo sítio, ainda por cima não faço o que gosto, e nunca me ouviram queixar! Quanto mais por umas horitas. Puff...! Mulheres...

terça-feira, novembro 07, 2006

GREVE DO METRO


Hoje de manhã houve greve do Metro em Lisboa. Resultado: formaram-se enormes filas de trânsito, porque o pessoal andou todo de Quilómetro...

quinta-feira, novembro 02, 2006

REFERENDO DESCRIMINALIZAÇÃO ABORTO

O assunto assolou o país num repente. E toda a gente tem uma opinião, mais ou menos formada, sobre esta situação. Mas porque é que, num Estado Democrático, que se quer laico, a malta do clero são tidos como o supra sumo sobre esta problemática? É que cada vez que um bispo, um padre, um diácono ou qualquer outro indivíduo ligado à Igreja (do sexo masculino claro, porque neste clube reservado, mulher não entra!) fala sobre o aborto, toda a sociedade parece ficar suspensa... Agora pergunto eu, porquê? Porquê que num Mundo em que a religião é responsável por algumas das maiores atrocidades praticadas, devemos ouvir a opinião da Igreja, sobre a interrupção voluntária da gravidez? Porquê que se deve ouvir a opinião de homens que, infelizmente com uma frequência maior que a desejada, abusam sexualmente de crianças alojados nos seus seminários? Porquê que se deve ouvir a opinião, dos causadores de muitas mães solteiras nas províncias portuguesas? Porquê que se deve ouvir a opinião de uma Instituição, que não reconhece à mulher direitos ou capacidades eclesiásticas? Porquê ouvir a opinião de alguém que diz num jornal (Padre Nuno Serras Pereira, ao já extinto Independente - link - vale a pena ler), que é mais grave cometer um aborto, do que abusar sexualmente de uma criança? (será que fala com conhecimento de causa?) Porquê ouvir a opinião de uma Igreja que matou e violentou em nome de Deus? Porquê ouvir a opinião de pessoas que encetaram as Cruzadas? Porquê ouvir a opinião de pessoas que queimaram mulheres, que apelidavam de bruxas? Não nos enganemos meus amigos! O tempo passou, mas as pessoas são as mesmas. Os métodos é que mudaram...

quarta-feira, novembro 01, 2006

SALVEM O BIGODE

Nos últimos tempos tenho-me debruçado sobre a problemática do Bigode. Até houve um dia em que, de tanto me debruçar, quase caí sobre a problemática. Esta assustou-se e ficou com os pêlos todos eriçados, mas depois passou-lhe... O que me preocupa, e deverás, é que a malta deixou de usar Bigode. Parece que passou de moda ou algo assim. Ou então é porque começaram para aí a dizer que é anti-higiénico, principalmente quando se come caldo verde e os legumes ficam caprichosamente pendurados nos pêlos. Vejam lá que noutro dia até vi uma patrulha da GNR, em que nenhum dos indivíduos usava Bigode! Ao ponto que já se chegou... É o descrédito total da pilosidade abaixo do apêndice nasal! No entanto, nada me tira da ideia que o Bigode é uma autêntica Instituição Nacional e que deveria ser candidata a Património Natural da Unesco. Tenho para mim, que o Bigode é tão ou mais importante que a bacia hidrográfica do Rio Douro ou que a Serra da Arrábida. Por isso, e para tentar ajudar essa nobre causa, deixei crescer o meu. Discreto, mas bem patente nesta infeliz fácies. Mesmo abaixo deste tubérculo facial, a que se convencionou apelidar de nariz. E acreditem, que não tem sido fácil... As críticas têm surgido de todos os quadrantes, nomeadamente de todas as pessoas que se cruzam comigo diariamente. Mas resistirei, porque quero abraçar esta causa! Convido todos os incautos leitores a fazerem o mesmo. Vamos criar o lobby do Bigode, para arrasar com o Império das lâminas de barbear! Até as fêmeas devem deixar crescer o buço. Que será do nosso brilhante país se desaparecerem as saloias de bigodaça? O próprio Primeiro-Ministro José Sócrates deverá falar à Nação, num discurso que demonstrará a sua preocupação por Capítulo ter deixado crescer o Bigode. Para ele deixo antecipadamente a minha mensagem: Se deixasse crescer o seu próprio Bigode, a malta levava-o muito mais a sério!

SALVEM O BIGODE NACIONAL, UMA ESPÉCIE À BEIRA DA EXTINÇÃO!!!

terça-feira, outubro 31, 2006

MANHÃ DE NEVOEIRO

Hoje pela manhã o nevoeiro era tanto… Que o meu canário perdeu-se, dentro da própria gaiola!

segunda-feira, outubro 30, 2006

ELEIÇÕES NO PS

No passado fim-de-semana decorreram eleições no Partido Socialista, para eleger o Secretário-Geral lá do sítio. José Sócrates ganhou, com 97% dos votos. A julgar pelo resultado, o Manuel Alegre deve ter sido o único a não votar nele... Ah, é verdade! O Mário Soares (e seu clone mais novo), também não deve ter votado Sócrates. Depois da vergonha que este o fez passar nas presidenciais... É que aquela coisa de perder eleições para um autómato (Cavaco Silva), ainda deve doer.

sábado, outubro 28, 2006

TODA A VERDADE: Nova Parafilia

Uma nova parafilia assola a nossa sociedade. O seu impacto crescente leva os especialistas a considerar esta, como uma das mais importantes actualmente. As tradicionais parafilias, como a pedofilia, foram rapidamente ultrapassadas. Falo, como já adivinhou o incauto leitor, da parafilia de montagem de mobiliário. Esta mania de montar móveis e utensílios para a casa atinge ambos os sexos e atravessa todas as classes sociais. Já se tinha denotado uma tendência de neste sentido, aquando do surgimento do Aki e do Mestre Maco, mas foi há pouco tempo, com a implementação do Ikea, que esta parafilia teve o seu boom. Efectivamente, o pessoal anda todo louco com esta nova moda. Tive conhecimento de um indivíduo que, numa só tarde, montou quatro cadeiras, uma mesa, duas estantes, seis prateleiras e uma cómoda. Ainda arranjou tempo e físico para montar três candeeiros de sala. Claro que, depois de levar a cabo tal empresa, desfaleceu de cansaço e quedou-se inconsciente durante 48 horas. Mas, os casos mais graves prendem-se com o consumo de drogas, para acompanhar as exigências desta parafilia. Muitos são os que tomam viagra ou mesmo cocaína para melhorarem o seu desempenho. É por essa e por outras, que para mim montagens de mobiliário e afins é com profissionais...

sexta-feira, outubro 27, 2006

O ESTADO DA NAÇÃO

A Nação portuguesa contínua moribunda... Quando parece que está a melhorar, logo surge um aumento das tarifas eléctricas ou da água, para a derrear novamente. Mas consta por aí, que a sua grande amiga – a Economia, está a dar uma ajudinha nestes últimos tempos. No entanto, o prognóstico continua reservado. Segundo o último relatório clínico, a Nação continua em estado de coma, embora se encontre, de momento, estabilizada. Ene Capítulos deixa aqui os seus votos de uma franca melhora e estima a rápida convalescença da Nação.

quarta-feira, outubro 25, 2006

DROGA DÁ À COSTA (… E COSTA FICA COM A MOCA!)

Nos últimos dias têm chegado à costa portuguesa, imensos fardos de droga, cuspidos pelo mar. Não se sabe a proveniência da mesma ou mesmo se tal carregamento está para acabar... As autoridades competentes continuam à procura do legítimo dono, a fim de devolverem a mercadoria. Por enquanto, os artigos encontrados ficarão na secção de achados da PSP. Mas Ene Capítulos apurou que, a consequência mais directa desta situação foi a inscrição em massa de toxicodependentes nos cursos de formação de nadador salvador. Com efeito, em apenas dois dias, as inscrições estão já lotadas para o próximo ano balnear. Antecipando esta situação, outros toxicómanos começaram já a dar-se como voluntários para as brigadas de limpeza de praias...

terça-feira, outubro 24, 2006

UMA QUESTÃO DE MATEMÁTICA

Que a nação Lusa tem problemas com a matemática é de conhecimento geral. O problema é que os próprios partidos com assento parlamentar exibem, também, dificuldades nessa matéria. Segundo o estudo do Tribunal Constitucional, todos os partidos que entraram na campanha eleitoral para as legislativas de 2005 apresentaram irregularidades nas contas. Daqui se deduz que o problema com a matemática não é exclusivo dos alunos. Afecta toda uma população e até, pasme-se incauto leitor, os Políticos!!! Depois não querem os sucessivos Governos, andar às voltas com essa coisa do défice e da despesa pública, mais 6% do PIB e não sei quê... É que é só fazer as contas!

segunda-feira, outubro 23, 2006

TÁ EXPLICADO

Agora sim, percebo porque é que as drogas são um flagelo... É que se não existisse essa coisa das drogas, nunca teríamos de levar com a “música” deste camafeu! E o mundo seria um sítio muito melhor...

sábado, outubro 21, 2006

REFLEXOS

Não consigo entender muito bem, aquela coisa de todos dizerem que quando estamos embriagados, os nossos reflexos reduzem substancialmente por trás do volante. A realidade é que eu nunca conduzi tão depressa, como quando apanhava carraspanas...

PS – Incauto leitor, por favor não tente isto em casa! O que está a ler foi praticado por um profissional altamente treinado e qualificado para o efeito…